Porque o Samouco não é só, o Largo e a praia com Lisboa ali do outro lado, decidimos agir e isso significa reflectir sobre... o resto aparece "per si", ou então não...

quarta-feira, abril 23, 2008

Mais um 25 de Abril no Concelho!

Viva,
Ainda ontem era Janeiro e já está aí o 25 de Abril, e aqui pelas nossas bandas como de costume é sempre solenizado nas mais variadas manifestações culturais e desportivas por todo o concelho.
Hoje há pessoas, 34 anos depois do Abril de 75, que respiram liberdade, e sítios habitados por gente livre ou por instituições ligadas à democracia. Mas lamento profundamente que a luta daqueles que se sacrificaram pela chegada da liberdade, não tenha resultado em pleno na sociedade justa que idealizaram. A revolução dos cravos deveria ter sido a liberdade de todos juntos construirmos uma sociedade plena de direitos sociais económicos, políticos e acima de tudo de IGUALDADE. Na realidade a nossa sociedadefoi-se esbatendo em grandes distinções das classes sociais, num “atraso-de-vida” que nos deixa sempre na cauda da Europa, num espírito mafioso e feito de amizades e influencias que grassam nas nossas elites, principalmente na classe politica, que vai subsistindo sem credibilidade alguma!
Como escreveu um soldado de Abril “não foi para isto que lutámos”

Mas deixemo-nos de mágoas, comemoremos o Abril com alegria para que a força e o simbolismo da revolução se cumpram. E aqui pelo nosso concelho as comemorações como já antes referi são muitas, e sempre de salutar, assim sendo queria destacar as seguintes: - O concerto no Samouco da nossa banda na noite de 24 no largo do coreto, as manhas infantis (actividade que certamente muitos nós também participaram noutros tempos!), diversas actividades de cariz desportivas e muitas outras por todo o concelho que a CMA e as respectivas Juntas promovem todos os anos, por ultimo, um destaque especial para o Concerto de Jorge Palma em 26-Abril no Fórum cultural de Alcochete, um criador da musica portuguesa de que sou fã incondicional, ele torna certos momentos na música parecerem valer muito mais do que por si mesmos, o entusiasmo com que parecem quebrar a monotonia instalada é, frequentemente, quanto baste para se aderir a eles...
Fiquem bem e aproveitem o feriado!

8 Comments:

Anonymous F.F. said...

Foi no dia 25 de Abril de 1974 que o Povo Português emergiu de um dos mais negros períodos da sua História, derrubando o regime fascista e iluminando o rumo do progresso sobre os escombros de uma ditadura desumana. Mas o 25 de Abril de 1974 não foi apenas um dia. Foi o resultado de décadas de luta abnegada, corajosa e perseverante do povo português que, mesmo nas condições mais adversas, mesmo sob o jugo da censura, da tortura e da repressão mais brutais, construiu o caminho da revolução.
Luta que é exemplo maior das capacidades criativas do Povo, que sempre contou com o estímulo e o empenhamento do Partido Comunista Português, Partido que nunca cedeu nem desistiu perante as mais esmagadoras tentativas de silenciamento.
Foi o resultado da vontade dos homens que, nas Forças Armadas, reflectiam os sentimentos mais legítimos do povo e que assumiram em suas mãos a missão de lhes dar expressão.

25/04/08, 11:58

 
Anonymous Anónimo said...

Estava a ver que n aparecia ninguém a falar do 25 de Abril, mas também já conheço essa cassete.Até que enfim que tive um friadinho prolongado.
Só por isto viva o 25 de Abril.

25/04/08, 16:23

 
Anonymous Anónimo said...

Pois sim,......Mas vendo bem as coisas se não tivesse sido esse "virtuoso" dia não teriamos hoje a "comandar" o nosso belo conselho tais efemeridades politicas... outora nunca desistiram, mas hoje já desistem à nascença.

25/04/08, 23:01

 
Anonymous Anónimo said...

Parece que ficou um pouco perturbado.
Qualquer pessoa é livre de espressar os sentimentos, foi para isso que aconteceu o 25 de Abril.
No que se refere ao "VIRTUOSO dia não teriamos hoje a COMANDAR o nosso belo concelho tais efemeridades politicas..."talves tenha sido MILAGRE e os MILAGRES raramente se repetem.
Não consigo espressar o vazio esquisito que sinto, mas fez bem em lembrar tal facto para aqueles que como eu já se tinham esquecido.

26/04/08, 16:39

 
Anonymous Anónimo said...

O dia foi virtuoso mas não acredito q vivamos melhor, eu gostava de viver nos tempos antes 25 de abril mas com as liberdades e os direitos que me assistem enquanto cidadão...
Sr FF esse discurso tambem passou no jornal da noite, mas é sempre uma boa leitura.
Boa escrita Tony, uma pergunta, o Zeze ainda escreve aqui?

29/04/08, 10:57

 
Anonymous F.F. said...

caro anónimo dizes que gostarias de viver antes do 25 de abril...
Tu e a maioria das pessoas que opinam neste blog revelam traumas do tempo da ditadura em que as pessoas cobardemente se esccondiam atrás do "anónimo" para expressarem o que sentiam!
Vivemos numa democracia!
Aqui deixo uma critica/sugestão aos moderadores deste blog: opinar sem identificar é de todo dispensável.

29/04/08, 22:31

 
Anonymous Anónimo said...

Gostei fofo anónimo VC é demais esse negócio de viver nos tempos antes do 25 de Abril é todo verdade, tá vendo até brasuca concorda, até se esquecem de nósss.Beijinhos ao T/Z na pontinha do nariz tá.

29/04/08, 23:57

 
Anonymous Anónimo said...

Tu como f.f. estás perfeitamente identificado.Se vivemos numa democracia e não gostas de anonimatos bota aqui o nome todo como tens no B.I.conversa vejo eu muita.

30/04/08, 00:04

 

Enviar um comentário

<< Home