Porque o Samouco não é só, o Largo e a praia com Lisboa ali do outro lado, decidimos agir e isso significa reflectir sobre... o resto aparece "per si", ou então não...

domingo, abril 13, 2008

Os carros desprezados!

Viva mais uma vez,
tal como puderam já perceber pelo titalu do post, o assunto sobre o qual hoje decidi escrever é as viaturas desprezadas que prosperam pela via publica no nosso Samouco. E escrevi “desprezados” porque é isso mesmo que acho, não são abandonados porque isso pressupõe esquecer delas, sem motivo nem porque... Ao invés disso, porque deixaram de funcionar nas devidas condições, porque já não lhe interessa andar nela, porque perderam o brilho e o roncar de outros tempos, deixam-nas simplesmente ali, imóveis, sob os efeitos das adversidades do tempo, ate que o sol e a chuva, com uma ajudinha de fedelhos e outros nem tanto, tenham corroído todo o seu aço, a ocupar espaço, a ocupar a via publica que por publica deveria ser de todos, mas que importa isso!!!!!
Tal como já foi referido por alguns ilustres visitantes deste blog, as que prosperam em espaço privado, por muito desagradável que seja a sua visão diária, nada podemos fazer, mas as que teimam em permanecer em espaço público essas deveria ser removidas. Acho que as autarquias deveriam dispor de condições para proceder à remoção e destruição das mesmas, desde que devidamente legislado, acho que deveriam ser recolhidos para um parque de sucata, depois era notificar os donos e esperar que as reclamassem, tudo com prazos estipulados, findos os quais seriam destruídas. Mas a respectiva coima já ninguem lhes tirava. Caso possa interessar ficam já a saber que só para obter a identificação do proprietário junto da Direcção Geral de Viação, tem de pagam uma taxa de cerca de 40 euros por cada viatura.
Na minha ronda habitual pelo Samouco, descobri perto de uma dúzia de carros inop (aparentemente!), alguns nas imediações das oficinas, mas o que mais espantou foi o na Rua Primeiro de Dezembro, ora vejamos:


Lamentável mas é verdade, num mesmo parque de estacionamento e em tão curto espaço fisíco, três viaturas totalmente desprezadas e segundo creio já lá permanecem há muito tempo, enfim...
Para terminar e em mais um bom exemplo de como é bom ser portuga, fiz algumas investigações e encontrei no Ministério dos Transportes e Comunicações - Secretaria de Estado dos Transportes e Comunicações o Decreto-Lei n.º 57/76 de 22 de Janeiro promulgado em 12 de Janeiro de 1976, sim escrevi bem, em 1976, e diz assim no Artigo 1.º Considera-se estacionamento abusivo:
a) O de veículo estacionado ininterruptamente durante sessenta dias em parque isento de pagamento de qualquer taxa;
b) O de veículo estacionado em parque, quando as taxas correspondentes a quinze dias de utilização não tiverem sido pagas;
c) O que, em local com tempo de estacionamento especialmente limitado, se mantiver por período superior a quarenta e oito horas para além desse limite;
d) O de reboques e semi-reboques e o de veículos publicitários que permaneçam no mesmo local por tempo superior a quarenta e oito horas, salvo se estacionarem em parques a esse fim destinados;
e) O que se verifique por tempo superior a quarenta e oito horas, quando se trate de veículos que apresentem sinais exteriores evidentes de impossibilidade de se deslocarem com segurança pelos seus próprios meios;
f) O que se prolongue por mais de seis dias consecutivos em qualquer local, apresentando o veículo sinais evidentes de abandono.

Tem mais artigos mas o espaço também não é muito, quem quiser que procure!
Caso existam mais casos que queriam ver aqui publicados, não hesitem, apitem que nos publicamos, sempre com alguma censura se necessário, obvio!

PS: Gracias pelos comments no post “Resenha de Imprensa”, assim vale a pena!!

19 Comments:

Anonymous Anónimo said...

E as caravanas Tony? Temos zonas q em plena via pública estão paradas à bué!

14/04/08, 01:03

 
Anonymous Anónimo said...

cuidado tony: tás com uma taxa de sucesso de 1 para 3 nos carros que apontas na foto: só um deles é que passa temporadas longas estacionado nesta rua do samouco. não falhaste no artigo mas pode-se dizer que falhaste na foto que escolheste para o artigo: se mudares de rua e vasculhares mais umas quantas eles aparecem-te às dezenas...

saludos, T&Z!

14/04/08, 16:08

 
Blogger Fernando said...

tony e o clique em frente ao Mercado onde os famosos caninos depositam o seu cócó e xixi diários!!!!
Tás a dormir!!!

14/04/08, 22:38

 
Anonymous Anónimo said...

acho que escolhes-te muito bem o tema dos carros abandonados.É uma vergonha.As autoridades que comecem a tirar esses carros e os mande para o ferro velho a começar pela carrinha que está estacionada em frente ao mercado( á bué de anos ) e quanto as caravanas comecem também pelas que estão estacionadas atrás da escola do jardim de infância e arranjem melhor o local ( ao menos ponham alcatrão na estrada que já é muito movimentada )

15/04/08, 00:05

 
Anonymous Anónimo said...

Eu sugeria:
Promover um passeio de carros abandonados no Samouco, pelas ruas da n vila.
Precisamos para isso de um grupo de voluntários para empurrar os mesmos, tendo como percurso a efectuar a saída no largo do Cavador, frente à Junta de Freguesia e a chegada no mesmo local, onde ficariam em exposição para no caso de algum interessado adquirir peças, revertendo o dinheiro apurado e entregue na Junta de Freguesia para fazer obras no largo de S Brás ao pé da Igreja.

15/04/08, 14:47

 
Blogger vIRC said...

E ao fundo da Rua Vasco da Gama?

15/04/08, 16:39

 
Anonymous Anónimo said...

Quem é o anónimo que tem a pouca vergonha de dizer mal do Largo S.Brás ao pé da Igreja?
O dito largo está lindo, bem empedrado, canteiros de flores, bancos,fonte liminosa estacionamento envolvente. É mesmo querer dizer mal.

15/04/08, 21:40

 
Anonymous Anónimo said...

só foi pena terem cortado a água da bica dos cavalos!!!
aceita-se ,pois, temos que poupar ali pra depois esbanjar agua com fartura no repuxo lindo em frente á junta...

15/04/08, 23:40

 
Anonymous Anónimo said...

Segundo ouvi dizer por ai a água foi cortada por causa do uso abusivo de algumas pessoas que para não pagarem usam e abusam da boa vontade das autarquias de colocar água à disposição da população. Embora seja conhecido o ditado "Um copo de água não se nega a ninguém" a vida custa a todos e há copos e copos!! lol

A ser verdade tal situação permitam-me uma sugestão: Próximo local a cortar a água, chafariz no largo do casal, é uma vergonha, ou se vêem inidividuos a encher garrafões e garrafões de água ou cães a beber com a lingua na torneira!! Não me parece de todo higiénico nos dias que correm nem dos tempos dos nossos antepassados!! lol

Bem haja Tony, estou a gostar lol dinamismo aqui no espaço!!

16/04/08, 11:07

 
Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente c o anónimo que diz q o próximo local a cortar a água deveria ser no chafariz existente na P M F Armadas (antigo Largo do Casal)
Por acaso passei há dias por aquele local e vi uma carrinha de ciganos parada na estrada (que por acaso até interrompia o trânsito) a fazer abastecimento directo através de uma mangueira ligada à torneira do dito chafariz e a encherem depósitos de água que se encontravam dentro da dita carrinha. Mas como isto não chegasse os filhotes pequenos que os acompanhavam tomavam duche em pelote na torneira contraria e pelos comentàrios de quem por ali passava jà è prática corrente.
Talves por isto tivesse sido cortada a àgua na bica dos cavalos
Nós bem desabafamos mas quem manda nesta chafarica o o SÔR PREDIDANTE.

17/04/08, 20:53

 
Anonymous simplesmente maria said...

Não sou Samouqueira, mas já me considero como tal, mas tenho uma profunda tristeza com certos desabafos que são referidos no v blog, podendo alguns serem corrigidos se realmente houvesse alguém com interesse e poder para os resolver, não era preciso muito era só averiguar e proibir como fizeram com o fim do mercado às sextas feiras em frente à praça.

17/04/08, 21:32

 
Blogger Tony said...

Um sincero obrigado a todos os comments deixados! todos são de igual modo importantes…

Quanto às caravanas e aos cortes de água, serão assunto para um post em breve.
Xor Fernando, gracias também pelo seu comment, em tempo oportuno será averiguado a situação que refere. Dormir faz parte da vida, ou você não dorme? Haaa se calhar ainda ñ se habituou à mudança, mas como mudou para melhor… Hummmm

Quanto ao passseio de carros abandonados, eu proponho-me para o tiro de partida e o zeze para agitar a bandeira de xadrez!!

Simplesmente Maria, essa tristeza faz parte da vida (infelizmente!) assim, participe mais, para podemros juntos dissipar a mesma, ou pelo menos tentar!

Obviamente que não ia fotografar todas as situações de carros perdidos pelo Samouco, a foto e o post servem apenas de alerta para a referida situação!

Obrigado mais uma vez e continuação de bons comments.

OBS: Quanto à minha falha, fico a espera da foto certa, ok? mas creio, não ter falhado tanto assim, penso eu de que…
Mas é apenas a minha insignificante opinião e vale por isso mesmo.

22/04/08, 15:26

 
Anonymous Anónimo said...

Como gosto de ler o Tony... Sempre uma palavra simpática, sempre um toque de classe nas suas palavras... És o meu orgulho!!! :p

22/04/08, 17:01

 
Anonymous Anónimo said...

Quanto ao v 3ºparagrafo quem vai dar o tiro de partida sou EU porque tive a iniciativa do passeio.
Podem se quizerem ajudar é fazer parte dos voluntários para empurrar os carros, que para agitar a bandeira de xadrez também já existe pretendente.
Vejam bem os finórios só queriam lugar de destaque.

22/04/08, 18:38

 
Anonymous Anónimo said...

Ó TONY, toda a gente fala de caes e ninguem liga aos gatos abandonados que existem por este SAMOUCO fora.
Comecei a conta-los:
Passei pelo Gaio contei mais de 20 fui até à Praia e pelo caminho não têm conta ,cheguei a Praia contei 30, passei pelo Portão da Quinta do Coelho é vêlos sair e entrar parei 5 minutos contei 28 mas pelos comentários existem lá dentros BUÉ BUÉ BUÉ. Fiquei a pensar para me deixar dormir em vez de contar carneiros vou passar a contar gatos.

22/04/08, 19:02

 
Anonymous Anónimo said...

Sr.Anónimo, numa propriedade privada podem haver bues de gatos, cães etc...tantos quanto os seus donos quizerem. E, que eu saiba a Quinta de S.Brás (antiga Quinta do Coelho) é privada..tá!

22/04/08, 23:17

 
Anonymous Anónimo said...

tony: voltei hoje a passar na rua onde fotografaste os carros abandonados e há carros que saíram de lá logo a seguir à tua foto e que nunca mais voltaram! a cena é que um deles costuma passar no largo ao fim de semana...
que se passa? andas a perder qualidades nas tuas reportagens!

23/04/08, 02:34

 
Anonymous Anónimo said...

Ó pra ele, se a Quinta é privada claro que pode haver bué de bicharada, não podem é sair de lá e perturbar a vizinhança.E que eu pense o Gaio e a Praia não são privados.

23/04/08, 19:30

 
Blogger Tony said...

Ainda bem que o anónimo já testemunhou que os carros já foram retirados da via pública! Pois o facto de já terem saído deve-se à situação denunciada aqui no blog e encaminhada para quem de direito. Não compreendo como o caríssimo anónimo pode duvidar das minhas qualidades!!! AH AH AH AH

E se para ter lugar de destaque é preciso ser-se finório, podem contar comigo na mesma, porque não tenho preconceito algum em ter 1.85m de altura e uns míseros 70kg… Para empurrar não me dá muito jeito, alem disso dão subida de temperatura para este fim-de-semana…

Quanto aos gatos, fica o registado para futuro “investigação” da situação

Gracias mais uma vez!

24/04/08, 17:18

 

Enviar um comentário

<< Home